Governança, risco e compliance (GRC): o que é e como colocar em prática

Governança, risco e compliance (GRC): o que é e como colocar em prática

Publicado em

09/07/2024

Tópicos abordados

O que é GRC?

Governança, risco e compliance (GRC) são três noções fundamentais na área de gestão empresarial. A união dos três conceitos tem o objetivo de auxiliar as organizações a alcançarem seus objetivos de forma eficaz, ética e em conformidade com as leis e regulamentos aplicáveis à sua realidade.

A metodologia de GRC desempenha um papel fundamental ao garantir que sua organização tenha uma visão direcionada para atingir objetivos específicos, promovendo a harmonia dos valores empresariais e prezando pelo interesse de todas as partes envolvidas no negócio (stakeholders).

Qual é a função do GRC?

O GRC permite que sua empresa opere de maneira eficiente e ética, dentro dos padrões de conformidade e exercendo um papel de responsabilidade social e sustentabilidade.

Além disso, ela tem uma série de outras funções. Algumas delas são:

Aprimorar a tomada de decisões

Com um sistema de GRC bem estabelecido, sua empresa pode tomar decisões de forma mais embasada e estratégica.

Reduzir riscos

Um bom programa de GRC auxilia na diminuição de riscos e prepara as organizações para lidar com possíveis adversidades.

Proteção da reputação

Com uma governança bem estabelecida, baseada no compliance com leis e regulamentações, sua empresa pode evitar escândalos relacionados à falta de conformidade, preservando a imagem da sua organização.

Qual é a importância da governança corporativa no GRC?

A governança serve como uma bússola das condutas de trabalho de uma organização, definindo com transparência os padrões de comportamentos empresariais.

Ou seja, é a parte responsável por otimizar a tomada de decisões de forma estratégica, tornando os processos internos mais eficientes, com o fim de adquirir confiança de todas as partes que possuem interesse no seu negócio, como acionistas, colaboradores, clientes, gestores, etc.

Uma boa governança garante que sua empresa se mantenha em conformidade com as leis e normas aplicáveis ao seu negócio e ainda possibilita o estabelecimento de um processo de gestão de riscos. Assim, ela consegue evitar situações que coloquem em risco a reputação do seu negócio e até mesmo perdas financeiras.

Leia também: “Lei Anticorrupção: Entenda o que é e como estar em conformidade

Relação entre GRC e gestão de riscos

Dentro do panorama de GRC, a gestão de riscos atua na antecipação de diversos tipos de ameaça que a sua empresa pode estar sujeita, sejam elas financeiras, jurídicas ou de segurança. Isso porque o processo de gestão de riscos permite a identificação, avaliação e, posteriormente, a mitigação dos riscos de forma prévia, antes que eles se tornem problemas incontornáveis.

Isso é feito por meio da utilização de diversas ferramentas e soluções que podem ajudar sua organização a responder de maneira veloz e eficaz a possíveis ameaças. Um exemplo dessas soluções, é o background check, que te ajuda a acessar informações sobre seus parceiros, identificando possíveis riscos.

O papel do GRC no compliance de sua empresa

Por meio de uma estrutura altamente integrada, o GRC tem todos os atributos para garantir que sua empresa se mantenha em conformidade.

Algumas das práticas que garantirão o compliance são:

Implementação de controles internos

O estabelecimento de práticas de controle com o objetivo de detectar rapidamente violações é uma das garantias de que o GRC será efetivo na garantia da conformidade da sua empresa.

Programas de treinamento

O oferecimento de treinamentos com o fim de educar os colaboradores e outras pessoas envolvidas na rotina empresarial garante que todos tenham ciência das suas funções e responsabilidades.

Auditorias frequentes

A condução de auditorias de maneira regular auxilia na verificação da adesão às políticas de compliance e na identificação de possíveis melhorias processuais.

Por que devo investir em GRC?

A metodologia GRC, quando aplicada de maneira correta, pode gerar uma ampla gama de benefícios que auxiliarão a sua empresa a atuar de maneira sustentável, ética e eficaz.

Alguns dos benefícios são:

Melhoria da governança corporativa da sua empresa

Proporcionando uma unidade integrada para gerenciar os aspectos políticos e processuais de uma organização, o GRC pode garantir melhorias na governança de sua empresa.

Redução da exposição a potenciais riscos

Por meio de procedimentos de controle interno e mitigação de riscos identificados, o GRC pode garantir um mapeamento eficaz de todos os seus riscos, reduzindo a exposição da sua empresa a ameaças.

Criação de valor de mercado para acionistas e investidores

Ao fortalecer a reputação da sua empresa e garantir a conformidade com regulamentações, o GRC tem a capacidade de aumentar o valor de mercado da sua empresa.

Leia também: “O que é a Lei de Improbidade Administrativa?

Quais dificuldades vou encontrar na implementação do GRC?

Estabelecer um projeto efetivo de GRC é um processo árduo, visto que a metodologia é complexa e abrange diversas áreas do conhecimento. 

Por isso, você pode encontrar algumas dificuldades como falta de orçamento e recursos, a necessidade de manutenção contínua do processo, ou até mesmo a resistência no engajamento dos colaboradores.

Todavia, lembre-se que, apesar de exigir um orçamento em primeira análise alto, o GRC funciona como um investimento. Ou seja, a longo prazo, te ajuda a economizar e a evitar riscos desnecessários que te custariam um alto valor financeiro.

Como implementar o GRC na minha empresa?

Para colocar a metodologia GRC em prática você precisa, antes de tudo, mudar a sua ótica acerca da abordagem do seu negócio. Para isso, em primeiro, identifique e analise os pontos inconsistentes dos processos internos da sua empresa a fim de tirar conclusões sobre o que precisa fazer para alcançar seus objetivos.

Após avaliar as necessidades da sua organização, trabalhe para alinhar o pensamento dos colaboradores aos seus objetivos, seja a curto, médio ou longo prazo. Esse será o primeiro passo na realização prática e concreta da implementação do GRC no seu negócio.

Por fim, será necessário que você monitore os processos de maneira contínua, extraindo conclusões acerca das medidas adotadas e ajustando-as. Desta maneira você encontrará formas de encontrar os pontos fracos e fortes no processo de implementação, otimizando sua atividade.

Quer conhecer ferramentas que ajudem a implementar o GRC na sua empresa? Visite nosso site e conheça nossas soluções de gestão de riscos.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Linkedin
Email
Whatsapp

Guilherme da Costa

Especialista em Produção de Conteúdo sobre Gestão de Riscos na BGC Brasil e estudante de Comunicação Social na Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Postagens relacionadas

Granularidade de dados: entenda o que é e porque você deve dar importância

Entenda o que é granularidade de dados e porque você deve dar importância.

19/07/2024

Lei da Improbidade Administrativa

O que é a Lei de Improbidade Administrativa?

Entenda o que diz a Lei da Improbidade Administrativa e mantenha sua conformidade em segurança.

05/07/2024

Lei Anticorrupção

Lei Anticorrupção: Entenda o que é e como estar em conformidade

Entenda a Lei Anticorrupção e suas diretrizes para manter a conformidade e evitar penalidades e sanções.

25/06/2024

Materiais gratuitos

Tecnologia no RH

Como automatizar processos e torná-los mais ágeis e seguros

E-book

Ao informar meus dados, estou ciente das diretrizes da

Política de Privacidade

Background Check

7 formas de como aplicá-lo na sua empresa

E-book

Ao informar meus dados, estou ciente das diretrizes da

Política de Privacidade

10 pilares de um

Programa de compliance

E-book

Ao informar meus dados, estou ciente das diretrizes da

Política de Privacidade

Guia de boas práticas para

Prevenção à lavagem de Dinheiro (PLD)

E-book

Ao informar meus dados, estou ciente das diretrizes da

Política de Privacidade

Preencha o campo ao lado com o seu e-mail